Blog

Como Trabalhar Remoto

  • designer, home office e quarentena

Com a quarentena em vigor, as empresas estão percebendo que trabalhar remotamente, via home office é algo muito viável e possível. Mas, o que você designer deve ter e saber, pra poder trabalhar de forma adequada remotamente?

 

Computador (claro), para poder fazer seu trabalho. Lembre-se de fazer backup de tudo, para evitar transtornos.

Softwares: Ter os programas necessários para você poder atender seu empregador/cliente. No caso de ser empregado, você pode negociar o custo das licenças, ou ainda buscar alternativas free que entregar o mesmo resultado

Captação de Áudio e Vídeo: Talvez você precise de equipamentos extras, como uma câmera e microfone para videoconferência, combine isso preliminarmente. Combine também qual meio será usado para se comunicar, Skype, hangout, whatsapp, etc.

Área de trabalho adequada: Trabalhar só de cuecas? Ok, se não precisar fazer videoconferência. Mas, de qualquer forma você precisa de um espaço organizado, destinado para seu trabalho. Monte um espaço legal, isso pode afetar diretamente o seu rendimento.

Organização: Trabalhar “sozinho”, de casa pode fazer você perder o controle das coisas, então use e abuse de post-its, lembretes em agenda e programas de organização, como google drive, notion, evernote, etc.

Disciplina e confiança: Existem formas de o empregador poder “controlar” as horas que vc está de fato trabalhando, seja via entregas ou via algum programa de monitoramento. Porém o mais importante é ter disciplina, criar regras e estabelecer horários para não furar as entregas.

 

 

Com tudo isso Ok,  tenho certeza que você terá um local adequado com as ferramentas adequadas. E que seu empregador terá a confiança que necessita, para não haver espaço para pensamentos como: “ Ele/ela, deve tá lá agora, só no sofá comendo e vendo netflix e eu pagando”.

 

Afinal de contas o que vale é o que você entrega, a qualidade que entrega e o compromisso que tem. O resto é resto, e até dá pra tirar uma horinha durante a tarde pra fazer e resolver o que você quiser.

 

Trabalhar remoto é o futuro que já está aí!

 

Até a próxima. Segue lá no insta pra mais conteúdos.

 

  • Guia de criação da marca, baixe aqui

O Repertório do Designer PRO

  • BLOG-POST---REPERTORIO

Um item muito importante na carreira de um designer profissional (seja qual área de atuação for), e que faz toda a diferença na hora de criar,  é  o repertório.  Mas você pode estar se perguntando, o que é repertório de fato, para um designer?

 

 

Vamos a uma definição:

“Repertório se refere ao nível de conhecimento do receptor, o seu nível cultural, a sua instrução; é todo conhecimento armazenado, que modifica e confirma os ideais do ser. Assim, o ser pode ser definido por uma ideologia, pelas experiências, pelas ações, enfim, pelo repertório individual” (wikipedia).

 

Trocando em miúdos, é tudo que você absorve. O seu repertório é formado pelas suas experiências de vida, seu estudo, suas referências, os livros que lê, os filmes que vê, as músicas que escuta, os amigos que convive, e etc.

 

E ter um vasto repertório, absorvendo culturas diferentes, visões diferentes, credos diferentes, faz sim de você um melhor designer. A bagagem cultural auxilia o designer a desenvolver um olhar mais crítico e a ter base para fazer diferentes trabalhos, dos mais diversos temas.

 

Sendo que isso torna-se ainda mais importante, para você que é designer freelancer, que faz seus freelas de forma individual. Veja bem, se você é limitado culturalmente, se busca e absorve pouca informação, o resultado do seu trabalho também será limitado, será mediano para baixo.

 

Durante sua carreira, pode (e provavelmente irá ocorrer), a situação de você se deparar com um tema do qual não domina, ou nunca ouviu falar. Isso é normal, pois ninguém sabe de tudo. Mas isso é amenizado, se você for algum bem instruído, se for bem capacitado e ter um vasto conhecimento em diversos temas e áreas.

 

Um bom designer além de dominar as ferramentas de criação e equipamentos, também tem quer ter um senso estético bem desenvolvido e isso se dá através de 3 coisas:

 

Este senso estético, formado pelo seu repertório lhe auxiliará a criar trabalhos mais adequados, com layouts, cores e elementos harmônicos.

 

Então da próxima vez que vc ver um layout, seja do que for, de shampoo, de algum alimento, de um material gráfico qualquer, pare por um segundo e análise esse layout, busque informação, que com certeza você aprenderá algo para usar em trabalhos futuros.

 

Até a próxima. Segue lá no insta pra mais conteúdos.

  • Guia de criação da marca, baixe aqui

Fazer Marca dá Dinheiro

  • Fazer marca da dinheiro

Sim! Com certeza!

 

Fazer marca dá dinheiro, e existem clientes para o seu serviço. É claro que existem pessoas que preferem comprar um logo no Fiverr (ou qualquer outro site de leilão de layout), mas não é destes clientes que estamos falando.

 

Há diferentes tipos de clientes, e podemos dizer que os empresários novos, com visão, são bons clientes para um freelancer como você. Existem ainda aqueles que já compraram em sites deste tipo, mas que não ficaram satisfeitos… e também aqueles que já contrataram logo com outro freelancer, mas não curtiram o resultado.

 

Enfim, existe mercado para você, que não cobra tão barato e nem tão “caro” quanto uma grande agência. Mas qual seria este valor intermediário?

Bom, existem algumas condições que te ajudam a definir sua remuneração pela criação de um logotipo. Em resumo, acho que os principais pontos são:

  • Complexidade do projeto
  • Prazo de entrega exigida pelo cliente
  • Custo de hora de criação
  • E a experiência do Designer (sim, a sua!)

 

É provável que você cobre por volta de R$ 200,00 para criar um logo no início da sua carreira, mas com o passar do tempo, você terá um portfolio mais profissional (que mostrará para o cliente a sua experiência).

 

Além disso, com a experiência, você já terá aprendido uma metodologia profissional de criação de marcas e então terá desenvolvido o seu melhor jeito de trabalhar (aquele papo de produtividade é real).

 

Assim, poderá passar a cobrar por volta de R$ 1.000,00 e R$ 2.000,00 para realizar um trabalho mais completo de criação de marca e identidade visual. Nada mal, né? E pode ser dai pra cima, conforme sua experiência e conhecimentos aumentam.

 

Conclusão

Então, agora que você já sabe quanto pode ganhar criando logos, que tal investir em capacitação?

Existem muitos cursos disponíveis por aí, dentre eles, cursos online que te mostrarão o caminho das pedras para criar marcas que farão você ganhar mais. Afinal, não tem milagre: é se capacitando, que você poderá agregar valor ao seu serviço. Bons estudos!

 

P.S. tenho a sugestão do curso ideal para você. É só clicar abaixo >

 

 

Guia para criar marcas de forma profissional

  • BLOG-POST---GUIA-MARCA-01

Eu sei que muitos designers freelancers são autodidatas e consomem muito conteúdo bom na Internet (muito mesmo), mas é comum ficarem com a seguinte dúvida na hora de fazer uma marca para algum cliente: Será que o conhecimento que eu tenho é suficiente?

Para resolver esta questão, selecionei as melhores instruções (as mesmas que eu utilizo para criar as marcas dos meus clientes). Então, organizei todas estas instruções no formato de um Guia. São instruções práticas, direto ao ponto, sem enrolação. 

Meu nome é Luis Eduardo, sou designer e professor universitário. Já ajudei muitos alunos a criarem marcas, e hoje quero ajudar você a criar marcas profissionais!

Clique no botão a seguir para receber o seu bônus!

P.S. é gratuito 😉

‌Como Criar Marcas de Forma Profissional

  • guia como criar marcas de forma profissional

Olá Designer!

Você já sabe criar logos, mas não tem certeza se está seguindo todos os passos necessários? Ou então, você tem dúvidas sobre como fazer o Briefing, definir o Público Alvo, quais as principais Ferramentas de Criação, ou como você deve entregar a marca final para o cliente?

Se você respondeu sim a alguma destas questões, você chegou ao lugar certo!

Meu nome é Luis Eduardo, sou designer e professor de curso superior. Já ajudei muitos alunos a criarem marcas, e hoje quero ajudar você a entregar uma marca profissional!

Ficou interessado(a)? Então é só clicar no botão a baixo para receber seu Guia para Criação de Marcas. E é gratuito!

P.S. eu gostaria de ter lido este Guia quando comecei a minha carreira 😉